Os 5ºs anos, após aprenderem sobre medidas de área/superfície, foram instigados a constatar a eficiência dos métodos trabalhados. Para tanto, as turmas foram divididas em dois grupos, os quais receberam, cada um, um diferente instrumento de medida. De um lado, fitas métricas, e do outro, o metro quadrado (m²).

As equipes receberam a indicação da área a ser avaliada, pois deveriam, ao final, comparar os resultados.

Um grupo, que utilizou a fita métrica, constatou que a medida da largura era de 4 metros e o comprimento idem. Então, multiplicaram os resultados, e obtiveram 16 m².

Já a equipe que recebeu o metro quadrado, ao sobrepô-lo no espaço a ser medido, percebeu que o mesmo cobria exatamente 4 “quadradinhos” da quadra de xadrez gigante, então, deixaram o instrumento de lado e, de 4 em 4, chegaram, também, à conclusão de que o espaço tinha 16 m² de área.

Medidas? Sim. Raciocínio lógico? Claro! Esperteza? Com toda certeza!

Nossos educandos mostraram que, na Matemática, uma coisa é única: O RESULTADO. Mas as estratégias são infinitas. Por isso, dia a dia propomos situações que instiguem, provoquem e ampliem as aprendizagens e, é claro, as habilidades desenvolvidas por eles.

Porque aqui é assim: UMA EDUCAÇÃO QUE PASSA PELO CORPO, PELA MENTE, PELO CORAÇÃO!!!




Galerias

Matemática: cálculos, medidas e raciocínio lógico

Ver galeria

368493684836847368463684536844368433684236841368403683936838368373683636835368343683336832